Reposição hormonal feminina: saiba mais

Ao chegar à menopausa, por volta dos 45 anos, uma mulher pode ter uma série de sintomas físicos e mentais. Alguns deles são: suor à noite, dificuldade para dormir, mudanças de humor, pele seca e aumento de peso.

Isso acontece porque o órgão reprodutor passa a produzir menos hormônio. Vamos então ver mais sobre a terapia feita para compensar essa redução.

A mulher deve começar a reposição hormonal até 10 anos depois da menopausa, ou até os 60 anos de vida. O ginecologista deve indicar a terapia conforme a idade, sintomas e nível de hormônios produzidos. As principais formas incluem uso do hormônio estrogênio, sozinho ou combinado com a progesterona. A indicação é feita pelo obstetra.

Benefícios

Entre as vantagens da reposição, além de melhorar os sintomas da menopausa, estão: prevenção da osteoporose, menor risco de cânceres, sensação de bem-estar e melhoras na pele.

Quando não fazer

Vale ainda destacar que certas condições não deixam que o tratamento traga resultados. Entre elas, estão: doenças do fígado, câncer de mama, trombose, lúpus e doenças do coração.

Converse com seu ginecologista e seu obstetra e saiba qual o melhor tratamento para seu caso.

Fontes de referência: Partmed, Tua Saúde (1) (2), Revista RBAC, Dra. Natacha Machado, Dr. Fernando Guastella

Sobre o autor

Você também pode gostar destes

Skip to content