A importância da doação de leite

Você já deve ter visto várias campanhas para doação de sangue e órgãos. Mas sabia que doar o leite materno também salva muitas vidas?

Às vezes, as mães ficam com as mamas muito cheias de leite, sentindo desconforto entre uma mamada e outra. Sabendo que o bebê não irá consumir todo aquele leite, escolhem doá-lo. Porém, não é preciso ter excesso de leite para fazer uma doação.

Bom para os bebês e a mãe doadora

A doação do leite materno é útil prematuros e doentes, cujas mães não puderam alimentá-los. Mas traz benefícios também para a mãe doadora. Diminui o risco de câncer de mama e até aumenta a própria produção de leite, pois a completa retirada do líquido abre espaço para produzir mais.

Como é a doação?

Entre a coleta e a distribuição, o leite passa por um processamento. O banco de leite humano (BLH) analisa, elimina os micróbios ruins e faz um rigoroso controle de qualidade. Feito isso, a doação deve atender às necessidades de cada bebê internado.

Quando não doar?

Segundo a lei brasileira, a doadora não precisa ter leite em excesso. Mas há algumas condições a se observar. É preciso que ela não esteja doente. Nada de drogas ou bebidas alcoólicas, nem de remédios que impedem a amamentação. Ataques de vômito ou diarreia e doenças graves causadas por vírus, como o HIV, também tornarão o leite impróprio para doação.

Dicas para a coleta

Não é necessário sair de casa para coletar o leite que irá doar. Primeiro, prepare o frasco e cuide bem da higiene pessoal. Se não tiver um frasco oferecido pelo BLH, você pode usar um vidro com tampa plástica. Nesse caso, existem alguns passos a se seguir.

A primeira coisa é retirar o rótulo e o papel de dentro da tampa. Depois, ainda com o frasco aberto, coloque-o em uma panela junto com a tampa. Cubra-os com água. Ferva por 15 minutos. Retire-os da panela e deixe escorrendo sobre um pano limpo. Finalmente, depois de secos, tampe o frasco, evitando tocar na parte de dentro da tampa.

Lave bem os seios só com água e as mãos com água e sabão. Cubra os cabelos com uma touca ou lenço. Use uma máscara ou fralda de pano para cobrir o nariz e a boca.

Feita a preparação, é hora de colher o leite. Lembre-se de escolher um local limpo e tranquilo. Sente-se num sofá ou cadeira confortável. Se tiver alguma dificuldade, procure o BLH ou a UBS mais próxima.

Após a retirada, guarde o leite no freezer ou congelador por até 10 dias. Não se esqueça de colocar um rótulo com seu nome e a data da coleta.

Ajude a salvar vidas que estão começando a se construir!

Fonte de referência: Secretaria de Saúde de Minas Gerais, rBLH Brasil, Tua Saúde

Sobre o autor

Você também pode gostar destes

Skip to content