O que é retinoblastoma?

Uma triste notícia ganhou o mundo das celebridades nos últimos dias. O apresentador Tiago Leifert descobriu um câncer na menina Lua, sua filha de pouco mais de um ano com a jornalista Daiana Garbin. Trata-se de um retinoblastoma, tipo raro que atinge os olhos de crianças de até 5 anos.

Esse tipo representa apenas de 2% a 4% dos cânceres em crianças no mundo todo a cada ano. O principal sintoma é o chamado “olho de gato”, um reflexo branco que aparece na pupila. Quando se tira uma foto com flash e a criança aparece, esse reflexo fica bem visível. Vale também destacar o estrabismo, quando os dois olhos parecem olhar para lados diferentes.

Outros sinais menos comuns que podem aparecer são:

  • outros problemas de visão;
  • dor nos olhos;
  • vermelhidão na parte branca do olho;
  • sangramento atrás do olho;
  • pupila não diminui de tamanho sob luz brilhante;
  • a íris (parte colorida) tem cor diferente em cada olho.

Como todo câncer, o retinoblastoma aparece quando uma célula se multiplica de forma exagerada. No caso, uma célula da retina. Isso pode acontecer se um dos pais tiver tido a doença na infância. Mas, na maioria dos casos, a célula se multiplica de repente.

Como tratar?

O tratamento é, em geral, uma leve cirurgia, que usa um pequeno laser ou um jato gelado. Depois dos tratamentos é preciso fazer consultas regulares ao pediatra, para garantir que a doença não vai aparecer de novo.

Como prevenir?

Muitas vezes, não é fácil perceber os sintomas desse câncer, pois o bebê não é capaz de mostrar o que sente. Assim, o que se recomenda é fazer o teste do olhinho logo após o nascimento e repeti-lo até os 5 anos. Nesse teste, o médico aponta uma fonte de luz para o olho do bebê e observa os reflexos.

Se algo não está normal no olho da sua criança, não perca tempo. Marque seu exame.

Fontes de referência: R7, Biblioteca Virtual em Saúde, Oncoguia, Tua Saúde, Teste da Bochechinha, Instituto da Visão Assad Rayes

Sobre o autor

Você também pode gostar destes

Skip to content